Vídeos

 

   

 

 

    

 

 

 

   

 

 

 

Aparições de Nossa Senhora

Home / Aparições de Nossa Senhora

COMO INICIARAM AS APARIÇÕES DE NOSSA SENHORA

EM MEDJUGORJE

 

         Medjugorje, pequena aldeia da Herzegovina, habitada por croatas, oprimida pelo regime comunista ateu, desconhecida do mundo, de repente mudou.

         No dia 24 de junho de 1981 duas jovens, Ivanka Ivankovic, de 15 anos e Mirjana Dragicevic, de 16 anos, foram dar um passeio no sopé do Monte Crnica.

         Ivanka havia perdido sua mãe, que falecera menos de dois meses antes. Era afável, equilibrada, franca, bom temperamento. Seu pai trabalhava na Alemanha.

         Mirjana, que morava em Sarajevo com os pais e um irmão mais novo, estava de férias em Medjugorje, em casa de sua avó. Era uma jovem calma, mas decidida, reservada e afável.

         As duas amigas conversavam pelo caminho que saia da aldeia em direção à encosta do monte Crnica.

         Quando regressavam, Ivanka instintivamente voltou a cabeça para a direita e, olhando para a direção da Colina chamada Podbrdo, viu a figura de uma jovem envolta numa luz intensa. Assustada gritou:

         - Olha. Nossa Senhora!

         - Pois sim...  Nossa Senhora... Vamos embora, disse Mirjana, e sem olhar para o lugar indicado por Ivanka, que prosseguiu o caminho tropeçando, como se estivesse fora de si,  Ivanka seguiu-a com o coração aos pulos.

         Antes de entrarem na aldeia, a jovenzinha Milka (irmã da vidente Marija Pavlovic), de 13 anos, alegre por encontrá-las, convidou-as a irem com ela buscar as ovelhas.

         Foram, mas Ivanka, não conseguindo ficar calada, pediu às amigas que voltassem para certificar se a figura que tinham visto continuava lá. Assim, voltaram, para convencê-la de que não tinha visto nada.

         Mirjana e Milka, chegando ao local olharam para cima, e, também, viram a Senhora a uns cem metros, vestida diferentemente do costume e com uma Criança em Seus braços.

         Ivanka estava absolutamente convencida de que era Nossa Senhora.

         Enquanto as três estavam como que petrificadas, contemplando aquela visão, Vicka, de 17 anos (prima de Ivanka), acordando de seu descanso, após chegar de Mostar, onde fora fazer um exame de matemática, foi ao encontro das amigas. Vicka era muito querida por todos, alegre, cordial, franca e generosa.

         Quando viu as três paradas a olharem para o mesmo lugar, perguntou-lhes: Estão vendo uma cobra?

         Mirjana apontou para a visão e disse-lhe:

         - Olha. Nossa Senhora!

         Vicka não olhou, tirou as sandálias e saiu correndo... depois sentou-se numa pedra, suada e ofegante, com os braços à volta dos joelhos e começou a chorar. Como podiam brincar com Nossa Senhora?

         Ainda estava assustada, quando chegaram dois jovens, Ivan Ivankovic, de 20 anos, e Ivan Dragicevic, de 16 anos, tímido e reservado. Trazia na mão um saco de maçãs e ofereceu uma a Vicka que abanou a cabeça negativamente, enxugou as lágrimas, contou-lhes o que havia acontecido e pediu-lhes que a acompanhassem.Os dois Ivans foram com Vicka. Quando chegaram junto a Mirjana, Ivanka e Milka, também viram a misteriosa Senhora.

         O jovem Ivan (16 anos), assustado, correu deixando cair as maçãs. O Ivan (20 anos) disse que vira uma figura vestida de branco a movimentar-se.

         Vicka, porém, viu com clareza, uma belíssima jovem vestida de cinza prateado, olhos de um azul celeste e os cabelos pretos. As faces eram rosadas. Uma coroa de doze estrelas aparecia atrás de Sua cabeça.

         A misteriosa Senhora trazia uma Criança nos braços, que cobria e descobria. Seus pés estavam dentro de uma nuvem.

         A bela Senhora chamou-os a se aproximarem, mas tiveram medo, não obstante seus corações transbordaram de alegria e felicidade.

         Continuaram a olhá-La até que desapareceu...

         Os pais de Vicka, Ivanka, Milka e seus familiares tentaram acalmá-las dizendo-lhes que deviam confessar-se e respeitar Nossa Senhora.

         A mãe de Mirjana, quando soube do ocorrido, não obstante o choque e surpresa disse:

         -  Ela está normal ou fora de si?

         - Perfeitamente normal. Então, disse a mãe, ela está dizendo a verdade. Nunca ousaria brincar com Deus.

         Mas havia também aqueles que riam e zombavam delas.

         No dia seguinte, como se nada tivesse acontecido, Ivanka, Vicka e Mirjana foram para o campo apanhar tabaco.

         Na volta, cansadas, encontraram alguns jovens que lhe gritaram criticando: "Lá vem Nossa Senhora!"

         Mais tarde, elas decidiram voltar ao local onde tinham visto a belíssima Senhora. Mirjana, Ivanka, Vicka, e Ivan (que na véspera saíra correndo deixando cair suas maçãs) foram acompanhados por um vizinho de Vicka de nome Marinko, a pedido de sua mãe. Várias mulheres e crianças, também, os acompanharam.

         Milka não voltou com as amigas por determinação de sua mãe, que mandou em seu lugar sua filha mais velha, Marija, que teria melhor condição de julgar os acontecimentos. Mas, ela não querendo ir, pediu a Vicka e Mirjana que a chamassem caso a Senhora lhes aparecesse.

         O outro Ivan não quis ir. Às 18h30, a mesma hora do dia anterior, Ivanka, que ia à frente, voltou-se para os outros e disse: - "Vejam, é Nossa Senhora!"

         As três jovens viram-Na, como também Ivan. Vicka voltou correndo para chamar Marija que estava com seu primo Jakov, de 10 anos. Era um menino vivo, inteligente, filho único de Jake e Ante.

         Os dois olharam espantados para Vicka, que gritava ofegante: Venham, sigam-me!

         Marija e Jakov correram atrás de Vicka. Quando lá chegaram, Vicka viu Nossa Senhora a acenar-lhes para que se aproximassem. Mirjana, Ivanka e Ivan, também A viram e correram pela colina acima. Marija e Jakov, que ainda não tinham visto nada, foram atrás deles.

         Correndo sobre espinheiros e pedras cobertas de musgo escorregadio, como que voassem levados por uma mão invisível, chegaram até junto da Senhora, que os esperava. Um clarão intenso iluminou o céu por três vezes. Todas as pessoas viram.

         As crianças ajoelharam-se diante de Nossa Senhora e o pequeno Jakov gritava: ESTOU VENDO NOSSA SENHORA! Foi então que Marija, também, A viu.

         Nesse dia Nossa Senhora apareceu sem a Criança nos braços.

         Os seis videntes começaram a rezar: Pai Nosso que estais no Céu, santificado seja vosso nome....

         Olhando-os, meiga e carinhosamente, como que afagando-lhes com Seu olhar, rezou com eles o Pai Nosso. Mas, silenciosamente, ouviu a Ave Maria. Depois, novamente juntos, rezaram o Glória.

         Ivanka, após a oração, foi a primeira a falar:

         - Como está minha mãe?

         - Está bem, está bem.

         Perguntaram-Lhe, então, se Ela voltaria. Acenou afirmando que sim.

         Os rostos dos seis videntes resplandeciam de felicidade, seus corações transbordavam de amor...

         Descendo a Colina, Marija, subitamente, afastou-se do grupo e correu para a esquerda, caiu de joelhos, pois viu novamente Nossa Senhora à sua frente. Atrás d'Ela havia uma enorme Cruz negra. Com expressão triste, Nossa Senhora disse à Marija:

         - "MIR, MIR, MIR" (Paz, Paz, Paz)!

         QUE HAJA PAZ ENTRE DEUS E OS HOMENS, QUE A PAZ SEJA RESTABELECIDA

 

___________________________________________

 

Na aparição do dia 26 de junho, Mirjana perguntou à Senhora:

- Por favor, diga-nos, quem sois?

- SOU A SANTÍSSIMA VIRGEM MARIA

_________________________________________

 

         Em agosto o padre Zrno, chegou dos Estados Unidos e pediu aos videntes que perguntassem a Nossa Senhora se Ela teria um nome particular para si própria, em Medjugorje. Em resposta Ela disse:

 

JA SAM KRALJICA MIRA

EU SOU A RAINHA DA PAZ